Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

História das logomarcas: Volkswagen, GE e Nokia

5 de janeiro de 2012

Desta vez, na série da história das logomarcas, apresentamos as imagens que já representaram as empresas Volkswagen, General Electric e Nokia.
Volkswagen
Volkswagen, Carro, Grupo Volkswagen png transparente grátis
Fundada em 1937, em meio à Alemanha nazista, a empresa veio da vontade que Adolf Hitler teve em encorajar a produção de carros populares – ou “Volkswagen”, em alemão. Em 1939, o primeiro símbolo da fábrica foi desenhado pelo funcionário Franz Xavier Reimspiess em um concurso. A parte principal da logomarca não mudou muito. Após a Segunda Guerra Mundial, quando britânicos assumiram a empresa, os elementos externos foram modificados. Quando o controle sobre a VW foi oferecido a fabricantes como Fiat e Ford, elas recusaram. Assim, a marca foi devolvida ao governo alemão.
General Electric
Análises de mídia social para General Electric - Talkwalker
A história dessa empresa de confunde com a da própria eletricidade. A General Electric é resultado da fusão da Thomson-Houston Electric Company com a Edison General Electric, companhia fundada pelo próprio Thomas Edison para comercializar a lâmpada criada por ele. Desde 1892, o elemento principal da logomarca contém as iniciais GE. Depois do círculo, introduzido em 1900, a única mudança significativa aconteceu em 2004. O designer Wolff Olins foi o responsável pelo uso da cor azul, em vez do preto tradicional.
Nokia
Nokia, Organização, Logo png transparente grátis
Por mais que hoje venda celulares para o mundo inteiro, a Nokia começou em 1865 em uma cidade de mesmo nome na Finlândia como uma fábrica de celulose. Depois, a empresa também desenvolveu produtos como pneus de bicicleta, televisões e, claro, celulares. O motivo de a primeira logomarca – que durou 30 anos – ser um peixe é que, nas proximidades da fábrica, ficava um rio chamado Nokiavirta.

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Qual é a origem do nome da pomada Hipoglós?

Qual é a origem do nome da pomada Hipoglós?

A pomada Hipoglós, inimiga número 1 das assaduras e brotoejas dos bumbuns dos bebês, foi criada em 1930 pelo médico espanhol Raúl Roviralta Astoul. Ele e o farmacêutico Fernando Rubió i Tudurí fundaram o Laboratório Andrómaco, em Barcelona, no ano de 1923.  ...

Os 20 anos da Wikipédia, a “enciclopédia rápida”

Os 20 anos da Wikipédia, a “enciclopédia rápida”

Antes da Wikipédia, houve uma outra enciclopédia on-line chamada Nupedia, que também tinha a ideia de ser uma enciclopédia livre. Ela foi criada em março de 2000 pelos americanos Jimmy Wales e Larry Sanger – que depois ficariam famosos pela própria Wikipédia!  "Ué, se...

4 Comentários

4 Comentários

  1. Denis

    Uma observação quanto à palavra “logomarca”. Os designers e estudantes do ramo desaconselham seu uso por supostamente ser redundante quanto aos seus elementos “logo-” e “marca”, o que se prova equivocado numa pesquisa etimológica. O termo até aparece em dicionários, mas, ainda assim, é mais recomendado usar simplesmente “marca”. “Logomarca”, portanto, seria um termo usado apenas por leigos que, inconscientemente, querem dar uma eloquência maior para uma marca.
    Já “logotipo” trata-se apenas da parte da marca em que há tipo ou texto. O Bom Dia Brasil, telejornal da Globo, seria um dos raríssimos casos de marca sem logotipo. A parte da marca que não é logotipo é chamada de “símbolo”. A atual marca da Nokia, por exemplo, não possui símbolo.
    Curiosidades também – pra quem não é da área.

    Responder
  2. Denis

    Uma observação quanto à palavra “logomarca”. Os designers e estudantes do ramo desaconselham seu uso por supostamente ser redundante quanto aos seus elementos “logo-” e “marca”, o que se prova equivocado numa pesquisa etimológica. O termo até aparece em dicionários, mas, ainda assim, é mais recomendado usar simplesmente “marca”. “Logomarca”, portanto, seria um termo usado apenas por leigos que, inconscientemente, querem dar uma eloquência maior para uma marca.
    Já “logotipo” trata-se apenas da parte da marca em que há tipo ou texto. O Bom Dia Brasil, telejornal da Globo, seria um dos raríssimos casos de marca sem logotipo. A parte da marca que não é logotipo é chamada de “símbolo”. A atual marca da Nokia, por exemplo, não possui símbolo.
    Curiosidades também – pra quem não é da área.

    Responder
  3. Murilo Augusto

    Achei muito interessante a curiosidade postada pelo Denis aqui. Eu realmente não sabia da diferença que havia entre esses termos. É muito bom crescer em conhecimento!

    Responder
  4. Murilo Augusto

    Achei muito interessante a curiosidade postada pelo Denis aqui. Eu realmente não sabia da diferença que havia entre esses termos. É muito bom crescer em conhecimento!

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This