Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Misses que não desistiram e venceram

24 de abril de 2019
Muitas candidatas já foram derrotadas no concurso, mas não desistiram. Voltaram a competir e venceram em outras edições. Confira algumas dessas histórias:
  1. Stael Abelha concorreu no Miss Minas Gerais de 1960 pela cidade de Caratinga, em 1960, mas não foi eleita a representante de seu Estado. Insistente, voltou ao concurso no ano seguinte, mas, desta vez, como Miss Belo Horizonte, venceu o Miss Minas Gerais e ainda levou o Miss Brasil.
  2. Em 1979, Mariza Fully Coelho participou do Miss Minas Gerais como representante de Manhumirin, mas não chegou nem à semi-final. Em 1983, tentou novamente o título e se deu bem: venceu o Miss Minas Gerais e o Miss Brasil
  3. Gaúcha de Santa Maria, Eveline Schroeter mudou-se para a casa da tia, no Rio de Janeiro, em 1980. No mesmo ano, decidiu se inscrever no concurso Miss Cidade do Rio e ficou em segundo lugar. Foi convidada a representar a cidade de Macaé no Miss Rio de Janeiro, quando venceu o concurso e se elegeu também Miss Brasil.
  4. Solange Frasão se candidatou a Miss São Paulo em 1981, pela cidade de São José dos Campos, mas ficou com o segundo lugar. No ano seguinte tentou novamente o título e foi eleita. No Miss Brasil, ficou em segundo lugar. Depois disso, Solange se deu por satisfeita.

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Martha Rocha e as duas polegadas a mais

Martha Rocha e as duas polegadas a mais

Quando a brasileira Martha Rocha terminou o concurso de Miss Universo em segundo lugar, em 1954, a notícia caiu feito uma bomba no país. Os jurados escolheram a americana Myrian Stevenson por uma questão de duas polegadas (5 centímetros) a mais nos quadris.  ...

10 curiosidades sobre o concurso Miss Brasil

10 curiosidades sobre o concurso Miss Brasil

O primeiro concurso Miss Brasil foi realizado em 1922, como parte das comemorações pelo Centenário da Independência do país. A santista Zezé Leone venceu a disputa, mas precisou esperar um ano para tomar posse de seu cetro e de sua coroa. O evento só passou a ser...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This