RankBrasil: o livro dos recordes brasileiros

3 de junho de 2020

Em 1997, o paranaense Luciano Cadari começou a colecionar informações relacionadas às potencialidades do Brasil em um tímido site, utilizando o domínio de sua empresa, a Cadari Informática.

Dois anos depois, em 11 de novembro de 1999, Cadari criou oficialmente o Rank Brasil, hoje reconhecido como o “Guinness Book brasileiro”. Cadari e sua equipe registram os mais inusitados recordes, os pioneiros, os campeões em superação humana e grandes colecionadores. Marcas exclusivamente brasileiras.

Em 2015, a editora Panda Books lançou a edição impressa de “RankBrasil – O livro dos recordes brasileiros”. Selecionamos 10 recordes que estão no livro:

  1. Maior número de imitações de cantores
    A dupla José Lucas e Lenon obteve o título em 2007 imitando 110 vozes de diferentes cantores, de vários estilos musicais. Eles fizeram as vozes de artistas como Milionário e José Rico, Julio Iglesias, Gilberto Gil, Maria Bethânia, Elvis Presley e Louis Armstrong.
  2. Maior carta
    Fernando Antonio da Silva, de Itaquaquecetuba (SP), escreveu uma carta para a modelo Gisele Bündchen com 65 mil folhas escritas “amo você”. A paixão pela celebridade também resultou no recorde de “Maior tempo escrevendo uma carta para uma ídola”. Foram 24 horas, quatro minutos e três segundos, 135 páginas e 16.740 “amo você”.
  3. Maior coxinha
    A marca foi estabelecida por Maria Apparecida da Silva, de Rolândia (PR). Em 22 de janeiro de 2011, ela preparou uma coxinha com 3,5 kg, sendo 1,3 kg de massa de mandioca e 2,2 kg de recheio de frango, bacon, calabresa e tempero baiano.
  4. Maior fita do Senhor do Bonfim
    O Resort Breezes Costa do Sauípe, que fica no município de Mata de São João (BA), produziu em 2005 uma fita com 286,5 m de comprimento e 50 kg, para homenagear um dos ícones da cultura baiana, o Senhor do Bonfim.

    Leia sobre as Fitas do Bonfim

  5. Menor jornal
    Leônidas Schwindt publicou em 1985 a diminuta edição do jornal “Vossa Senhoria”. Ela possui 16 páginas e uma tiragem de 5 mil cópias. Originalmente, media 7 x 10 centímetros, mas acabou sendo reduzida mais tarde para 2,5 x 3,5 centímetros.
  6. Maior coleção de calcinhas
    Com mais de 17 mil peças íntimas femininas, o recorde é do cantor Wanderley Alves dos Reis, o Wando, falecido em 8 de fevereiro de 2012. A coleção teve início em 1990, após o lançamento do álbum “Tenda dos Prazeres”. A capa exibia uma calcinha que, virada ao contrário, transformava-se em uma tenda. Depois disso, durante seus shows, as mulheres jogavam as peças no palco.
  7. Maior bandeira de time
    Confeccionada em 1995, a bandeira pertence à torcida Gaviões da Fiel, do Corinthians. Tem 143 m de comprimento, 35 m de altura, pesa aproximadamente duas toneladas e cobre cerca de 16 mil torcedores.
  8. Maior coleção de Playmobil
    Em 2008, o cearense Patriolino Ribeiro possuía 717 exemplares de Playmobil e outras centenas de peças que compõem os cenários. A coleção ocupava 109 m2 e os brinquedos estavam divididos em áreas temáticas, que formavam uma cidade com direito a tudo: praia, centro antigo, aeroporto, zoológico, estádio de futebol, floresta, fazenda, velho oeste, montanhas de neve, circo e hospital.

    Leia também: A história do Playmobil

  9. Maior coleção de artigos de gatos
    Regina Vertamatti, de Vinhedo (SP), possuía 532 itens relacionados aos felinos, marca registrada em 2013. A coleção com mais de trinta anos reunia bibelôs de louça, pedra, madeira e tecido provenientes de vários lugares do Brasil e do mundo.
  10. Maior estátua de Nossa Senhora
    Com 21 m de altura, mais 6 m de base e peso total de cerca de 4 toneladas, a estátua fica no município de Guaramiranga (CE). O monumento foi idealizado pelo empresário da TV Cidade de Fortaleza, Miguel Dias de Souza, por sua devoção à santa.

Artigos Relacionados

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *