Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Curiosidades sobre 10 mestres da ficção científica

24 de abril de 2019

1. Arthur C. Clarke
Tornou-se conhecido por sua visão prática e humanista sobre o futuro. Seu maior sucesso, 2001: Uma Odisseia no Espaço, ganhou em 1968 uma versão para os cinemas dirigida por Stanley Kubrick.

2. H.G. Wells

Introduziu o gênero na literatura inglesa. Escreveu clássicos como A Guerra dos Mundos, A Máquina do Tempo e A Ilha do Dr. Moureau.

3. Isaac Asimov
Um dos principais temas de suas obras é a robótica. Em Eu, Robô, também transformado em filme em 2004, ele estabelece as três leis que regeriam as máquinas no futuro.

4. J.G. Ballard

Aborda a forma como as novas tecnologias afetam as pessoas. Crash, lançado em 1973, foi filmado por David Cronenberg em 1996.

5. Júlio Verne
Apesar de suas histórias se passarem em terras distantes, o francês Verne nunca fez viagens longas. Ele tinha um iate, o Saint-Michel, para viagens rápidas. Chegou a conhecer a Inglaterra, a Escócia e arredores. O escritor viajou de balão somente uma vez na vida e por apenas algumas horas.

6. Neal Stephenson

Seus livros são permeados por um humor bizarro e crítico. Entre as obras de Stephenson, estão Snow Crash e The Diamond Age.

7. Philip K. Dick
Trata temas profundos, místicos e filosóficos. Um de seus livros deu origem ao filme Blade Runner (1982).

8. Ray Bradbury

Além dos livros de ficção, dos quais o mais conhecido é Farenheit 451, Bradbury produziu programas de TV (Além da Imaginação) e roteiros de filmes.

9. Stanislaw Lern

O romance mais conhecido deste escritor polonês é Solaris, que fala sobre problemas de comunicação entre humanos, máquinas e extraterrestres.

10. William Gibson
Escreveu o que é considerado o livro definitivo sobre o nascimento da era do computador. Neuromancer, de 1984, deu origem a um novo tipo de ficção científica: o ciberpunk.

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This