Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Curiosidades sobre quadrinhos brasileiros

24 de abril de 2019

A primeira charge
Em 14 de dezembro de 1837, Manuel Araújo Porto-Alegre publicou o primeiro cartoon brasileiro. Era uma charge que mostrava as disputas políticas durante a Regência.

Nhô Quim
O primeiro personagem brasileiro foi Nhô Quim, que apareceu na revista “Vida Fluminense” em 30 de janeiro de 1869. Seu autor, Angelo Agostini, italiano radicado no Brasil, era também especialista em fazer caricaturas de Dom Pedro II.

O Tico-Tico
A primeira revista infantil que apareceu no país foi “O Tico-Tico”. Surgiu no dia 11 de outubro de 1905. As histórias de Chiquinho e seu cachorro Jagunço, criação de 3 americanos, ficaram bastante famosas. Mas os personagens foram superados pelo trio Reco-Reco, Bolão e Azeitona, de Luís Sá. “O Tico-Tico” acabou no final da década de 1950.

Roberto Sorocaba
A explosão dos quadrinhos no Brasil aconteceu com o “Suplemento Juvenil” e a criação do personagem Roberto Sorocaba, desenhado por Monteiro Filho. O sucesso do periódico inspirou a criação de muitos outros: “Globo Juvenil”, “O Mirim”, “O Gibi”, “O Gury” e “O Lobinho”.

J. Carlos
Os desenhos de J. Carlos eram referência de novidades. Foram mais de 50 mil em 49 anos de trabalho. Ele trabalhou em importantes revistas como “Fon-Fon”, “Tagarela” e “Careta”, num total de 40 publicações.

Carlos Zéfiro
No final dos anos 50, quadrinhos pornográficos invadiram as bancas. O autor usava o pseudônimo Carlos Zéfiro. Sua identidade permaneceu em segredo até ser revelada pela revista Playboy, em 1991. Carlos Zéfiro era o funcionário público Alcides Caminha.

Morcego e Bola de Fogo
Alguns heróis que surgiram no Brasil eram cópias descaradas dos heróis americanos. O Morcego, por exemplo, era uma mistura de Batman com Fantasma. O Bola de Fogo parecia irmão gêmeo do Tocha Humana.

Amigo da Onça
O famoso personagem foi criado pelo cartunista pernambucano Péricles de Andrade Maranhão, em 1943, e publicado de 23 de outubro de 1943 a 3 de fevereiro de 1962, na revista “O Cruzeiro”. Péricles morreu de forma trágica. Na noite de 31 de dezembro de 1961, ele escreveu 2 bilhetes, reclamando da solidão, fechou todas as portas do seu apartamento e ligou o gás. Antes, o último gesto do criador do Amigo da Onça foi colocar um aviso na porta, escrito à mão: “Não risquem fósforos”.

Menino Maluquinho
O filho mais ilustre de Ziraldo apareceu em 1980. O personagem foi inspirado no filho do desenhista, Antônio Pinto. Ele tinha 12 anos quando o livro foi publicado. Além de desenhar algumas flores e passarinhos para o livro, Antônio também compôs uma valsinha, publicada entre as ilustrações. Como o Menino Maluquinho, Ziraldo tinha mania de andar com uma panela na cabeça.

Turma da Mônica
Foi criada pelo desenhista Mauricio de Sousa. Ele inventou o cachorrinho Bidu quando era repórter policial. A primeira história com o nome Bidu saiu no jornal “Folha da Tarde”, em 18 de julho de 1959.

Editora Abril
Em 2019, os jornalistas Manoel de Souza e Maurício Muniz lançaram o livro “O Império dos Gibis – A incrível história dos quadrinhos da Editora Abril”.  O livro conta que a estreia da Abril brasileira aconteceu com coleções infantis editadas na Argentina e exportadas para o Brasil, como “Mickey no Vale Feliz” , de junho de 1948. Assim que Victor Civita assumiu o comando da empresa, a Abril investiu em quadrinhos. O pioneiro foi “Raio Vermelho”, com o super-herói Misterix e a garota das selvas Pantera Loura, lançado em maio de 1950. Em julho de 1950, “O Pato Donald” chegou às bancas. A Abril adotaria essa revista como sua estreia oficial no Brasil. A ilustração da capa era do portenho Luis Destuet.

Leia também:
Curiosidades da história dos quadrinhos no Brasil
A origem do Dia do Quadrinho Nacional (30/01)

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This