Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

10 curiosidades de “A Marca do Zorro”

29 de junho de 2020
  1. A primeira história com o herói Zorro foi publicada pela revista “All Story Weekly”, o mesmo veículo que lançou Tarzan, em 9 de agosto de 1919. Chamava-se “A Maldição de Capistrano” (The Course of Capistrano). Durante cinco semanas, as vendas estouraram.
  2. A história se passa na missão de San Juan Capistrano, onde ficava o pequeno Pueblo de la Reina de Los Angeles, parte do México. Para defender o povo explorado pelos soldados espanhóis, o cavaleiro mascarado enfrenta os homens do Sargento Gonzáles e duela com o capitão Ramón pelo amor de Lolita Pulido. Não é possível saber com exatidão a data em que a história se passa. O autor não se preocupou com esses detalhes. Alguns indícios apontam o ano 1820.
  3. O criador do herói mascarado mais famoso de todos os tempos, Johnston McCulley, nasceu em 2 de fevereiro de 1883. Autor de contos, romances e vários roteiros para cinema e televisão, começou a carreira como repórter policial e serviu como oficial de relações públicas do exército norte-americano durante a Primeira Guerra Mundial. McCulley faleceu em 23 de novembro de 1958, em Los Angeles, Califórnia, aos 75 anos.
  4. Seu nome, “El Zorro”, em espanhol, significa “a raposa”.
  5. Em 1920, o ator Douglas Fairbanks levou “A Maldição de Capistrano” para ler na viagem de lua de mel de seu segundo casamento. Ficou encantado pelo personagem – e pela mistura de romance, heroísmo e aventura. Tanto que resolveu adaptá-lo para o cinema. Nas telonas, a aventura foi rebatizada para “A Marca do Zorro” e foi lançado em novembro de 1920. Durante a filmagem de uma cena de duelo, Fairbanks teve a ideia que iria se tornar a marca registrada do personagem: Zorro fez um “Z” no pescoço do capitão Ramón, comandante de uma tropa espanhola. McCulley se apropriou da novidade e passou a incluí-la nas aventuras seguintes. O filme de Fairbanks ganhou um  remake em 1940, dessa vez com Tyrone Power no papel principal.
  6. Em 2005, por encomenda da Zorro Productions, a escritora chilena Isabel Allende lançou “Zorro – Começa a Lenda”. O livro, narrado a partir do ponto de vista de uma mulher, conta a infância e a juventude de Don Diego. Segundo a “biografia” de Isabel, ele nasceu em 1790, na Alta Califórnia, e era filho de um capitão espanhol e uma índia, chamada Toypurnia.
  7. A “All Story Weekly” lançou “As Novas Aventuras de Zorro” em 6 de maio de 1922, dividida em seis capítulos, novamente com grande sucesso. O livro original também trocou de nome em 1924: “A Maldição de Capistrano” passou a se chamar oficialmente “A Marca do Zorro”. No início, McCulley não tinha a menor percepção de que Zorro seria o personagem mais importante de sua vida. Tanto que, no final do primeiro livro, o herói tira a máscara e revela a todos a sua identidade.
  8. Na série de TV dos Estúdios Disney, produzido entre 1957 e 1959, alguns personagens sofreram modificações. O capitão Ramón passou a se chamar Monastário, enquanto o Sargento Pedro Gonzáles foi substituído pelo Sargento Garcia, mais bonachão e atrapalhado.
  9. No cinema, o Zorro se tornou protagonista de diversas tramas, entre elas “A Máscara do Zorro” (1998) e “A Lenda do Zorro” (2005). Ambos são estrelados por Antonio Banderas e Catherine Zeta-Jones. Em 1981, a comédia “As Duas Faces do Zorro”, com George Hamilton, apresentava dois irmãos deles, um deles homossexual, que compartilhavam a identidade secreta do herói: Diego e Ramón.
  10. O livro de McCulley foi lançado pela primeira vez no Brasil em 1946 e depois em 1973. Os direitos autorais no Brasil pertencem desde 1999 à Editora Panda Books. A edição mais recente foi publicada em 2011.
Ouça a abertura em português do seriado da Disney na versão da banda Bek e os Tio de Fusca, especial para o “Você é Curioso?” (27/06/20):

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Curiosidades sobre os Três Mosqueteiros

Curiosidades sobre os Três Mosqueteiros

Aramis, Porthus e Athos. D’Artagnan era um jovem fidalgo, aspirante a mosqueteiro. Para escrever seu livro, Alexandre Dumas se baseou em Memórias do senhor D’Artagnan, escrito por um tenente da I Companhia dos Mosqueteiros do Rei. Sim, existiu uma companhia de...

Gente de verdade que inspirou personagens da ficção

Gente de verdade que inspirou personagens da ficção

Alexander Selkirk (Robison Crusoe) O marinheiro escocês Alexander Selkirk (1676-1721) reclamou das condições do navio Cinque Ports em que viajava e pediu que o deixassem numa ilhota chamada Más-a-Tierra, no Pacífico Sul, a 670 quilômetros da costa do Chile, hoje...

A história e curiosidades do detetive Dick Tracy

A história e curiosidades do detetive Dick Tracy

O detetive Dick Tracy foi criado pelo cartunista americano Chester Gould (1900-1985) em 1931.  Ele apareceu pela primeira vez no "Detroit Mirror" de 4 de outubro, um domingo. Dick, diminutivo de Richard, decidiu combater o crime depois do assassinato do pai de sua...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This