Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

A história e curiosidades do detetive Dick Tracy

6 de julho de 2020
O detetive Dick Tracy foi criado pelo cartunista americano Chester Gould (1900-1985) em 1931.  Ele apareceu pela primeira vez no “Detroit Mirror” de 4 de outubro, um domingo. Dick, diminutivo de Richard, decidiu combater o crime depois do assassinato do pai de sua namorada.
 
Ele escreveu as histórias e fez os desenhos do personagem entre 1931 e 1977. Fez vários cursos de investigação forense para se manter informado.

Gould inventou técnicas de investigação e solução de crimes que depois foram usadas pela polícia de verdade. Foi dele a ideia de se analisar e comparar impressões digitais e sangue. O processo de identificação por meio das impressões digitais se chama datiloscopia ou papiloscopia. As impressões digitais se formam de seis a oito semanas antes do nascimento. Elas são sempre diferentes: duas pessoas nunca têm impressões iguais.

Em 1946, Dick Tracy mostrou pela primeira vez seu rádio de pulso. Gould apresentou ainda técnicas de balística e a identificação de criminosos com a testemunha protegida. Também imaginou, em 1947, o circuito fechado de TV.

Anunciou sua aposentadoria em 25 de dezembro de 1977. O Natal tinha um simbolismo todo especial para Gould. Ele começou a desenhar seus próprios cartões de Natal em 1926. Um tema constante nesses cartões era a música “Silent Night”, a sua preferida.

Dick Tracy ganhou uma maravilhosa versão cinematográfica em 1990. Warren Beatty fez o papel do detetive. O elenco contava também com Al Pacino, Dustin Hoffman e Madonna. Ganhou três das sete indicações que teve no Oscar, incluindo melhor canção original: “Sooner or Later”, interpretada por Madonna.

Em 1983, a única filha de Gould, Jean Gould O’Connell, gravou uma série de entrevistas com o pai. Esses depoimentos serviram de base para a biografia lançada em 2007: “Chester Gould: A Daughter’s Biography of the Creator of Dick Tracy”. Jean também foi curadora do Chester Gould-Dick Tracy Museum, que funcionou entre 1991 e 2008 na cidade de Woodstock, no estado de Illinois. Hoje o museu só existe virtualmente.

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Curiosidades sobre os Três Mosqueteiros

Curiosidades sobre os Três Mosqueteiros

Aramis, Porthus e Athos. D’Artagnan era um jovem fidalgo, aspirante a mosqueteiro. Para escrever seu livro, Alexandre Dumas se baseou em Memórias do senhor D’Artagnan, escrito por um tenente da I Companhia dos Mosqueteiros do Rei. Sim, existiu uma companhia de...

Gente de verdade que inspirou personagens da ficção

Gente de verdade que inspirou personagens da ficção

Alexander Selkirk (Robison Crusoe) O marinheiro escocês Alexander Selkirk (1676-1721) reclamou das condições do navio Cinque Ports em que viajava e pediu que o deixassem numa ilhota chamada Más-a-Tierra, no Pacífico Sul, a 670 quilômetros da costa do Chile, hoje...

10 curiosidades de “A Marca do Zorro”

10 curiosidades de “A Marca do Zorro”

A primeira história com o herói Zorro foi publicada pela revista "All Story Weekly", o mesmo veículo que lançou Tarzan, em 9 de agosto de 1919. Chamava-se "A Maldição de Capistrano" (The Course of Capistrano). Durante cinco semanas, as vendas estouraram. A história se...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This