Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Curiosidades sobre 15 filmes clássicos

24 de abril de 2019

1. E o Vento Levou… (1939)
“E o vento levou” em números: 685 cenas;  20.017 palavras nos diálogos do script: 4.118 figurinos; 700 bigodes postiços; 500 costeletas postiças; 700 garrafas de 750 gramas de brilhantina; 1.100 cavalos; 375 porcos, mulas, vacas, gatos, cachorros e perus; 90 cenários; 2.400 figurantes; 4.400 profissionais empregados; 1.400 atrizes testadas para o papel principal (o maior teste de atrizes da história do cinema!).

2. O Mágico de Oz (1939)
Para Judy Garland interpretar Dorothy, foram fabricados 8 pares de seu sapatinho de rubi. O último deles foi vendido por 165 mil dólares. A cachorrinha Terry fez o papel de Totó, o animal de estimação da menina Dorothy. Pelo trabalho, o cão recebeu 125 dólares por semana. O cachê era mais alto do que o de alguns membros humanos da equipe.

3. Cantando na Chuva (1952)
A cena mais famosa é aquela em que Gene Kelly dança e canta sob chuva torrencial, empunhando um guarda-chuva preto. Para dar vida à sequência, o dançarino passou por cima de uma febre de 38 graus. Além disso, empenhou-se para que fosse criado um sistema de canalização especial para simular as gotas d’água, feitas também com leite (truque para que ficassem mais visíveis), que chegaram a encolher seu terno. As filmagens custaram 2,5 milhões de dólares. Teve bilheteria de 7,7 milhões em todo o mundo.

4. Psicose (1960)
Por causa do orçamento de 800 mil dólares, Psicose foi filmado em preto e branco por uma equipe de televisão. Mas tornou-se um dos filmes mais rentáveis da história do cinema: o lucro líquido foi de 40 milhões de dólares. Hitchcock confessou mais uma vantagem de se filmar em preto e branco: havia menos chance de as cenas violentas – como a do chuveiro – serem censuradas. Hitchcock utilizou xarope de chocolate para simular o sangue que escorre no chuveiro. O efeito sonoro utilizado na cena era de uma faca esfaqueando um melão.

5. A Noviça Rebelde (1965)
A Maria Von Trapp da vida real faz uma ponta no filme. Durante o número musical de “Confidence”, ela é a mais velha das duas pedestres que passeiam na calçada rente a um muro de tijolos, enquanto Julie Andrews dança. Nesse mesmo número musical, a atriz tropeça no meio da performance. O acidente não estava previsto no roteiro, mas ficou na edição final devido ao tom humorístico compatível com a cena.

6. Rocky – Um Lutador (1976)
O roteiro do filme foi escrito por Sylvester Stallone em apenas três dias. Ele se inspirou em uma luta que havia visto entre o lutador desconhecido Chuck Wepner e o campeão Muhammad Ali. Stallone só concordou em vender seu roteiro aos produtores da Fox se pudesse interpretar o personagem principal. No início, os produtores chegaram a oferecer 150 mil dólares para que ele deixasse o ator Ryan O’Neal interpretar Rocky Balboa.

7. Indiana Jones (1981)
O herói foi batizado por George Lucas com o mesmo nome de seu cachorro, da raça malamute. Já a musa Willie, par romântico de Indiana Jones, recebeu este nome de Steven Spielberg, que também se inspirou em seu cãozinho. As cenas vividas na cidade do Cairo, Egito, foram gravadas na Tunísia. Como a ação se passa nos anos 30, a equipe teve que tirar (e depois recolocar) cerca de 300 antenas de televisão nos telhados das casas. Sete mil cobras foram encomendadas para a produção.

8. E.T., o Extraterrestre (1982)
A cena em que E.T. se despede de Elliott para voltar à sua nave espacial foi eleita a mais tocante da história do cinema em uma votação organizada por um canal de TV britânico. O resultado foi divulgado em 14 de fevereiro de 2005. Ao todo, 700 mil pessoas participaram da pesquisa.

9. O Exterminador do Futuro (1984)
Nos anos 80, a produtora Gale Ann Hurd comprou o roteiro e os direitos da série de James Cameron por 1 dólar. Em troca, ele exigiu dirigir os dois primeiros filmes. Para fazer “O Exterminador do Futuro 2” (1991), Arnold Schwarzeneger recebeu 15,3 milhões de dólares. Nesse filme, ele grunhiu cerca de 700 palavras — o que dá algo como 21.860 dólares por palavra. Assim, só a famosa frase “Hasta la vista, baby” valeu 87.440 dólares.

10. De Volta para o Futuro (1985)
Os roteiristas escreveram originalmente que a máquina do tempo usada no filme seria uma máquina de laser. A segunda ideia foi usar uma geladeira comum, que continha um líquido vermelho que faria a pessoa se deslocar no tempo. No entanto, com medo de que as crianças imitassem o filme e ficassem presas dentro da geladeira, eles resolveram esquecer dessa ideia e colocaram no roteiro o carro “DeLorean”, da empresa irlandesa DMC. Durante toda a produção, foram usados apenas 32 efeitos especiais.

11. Matrix (1999)
Uma das grandes revoluções em efeitos especiais do filme foi o chamado “bullet time”. Consiste na desaceleração da ação até o ponto em que se possa ver, por exemplo, a deformação provocada por uma bala na atmosfera. Ao mesmo tempo, uma câmera acompanha a ação, dando uma volta de 360 graus ao redor dela. Para evitar que a história das seqüências do filme vazassem, apenas 120 pessoas da equipe técnica de 1500 integrantes tiveram acesso ao roteiro na íntegra.

12. Moulin Rouge (2001)
O colar de satine foi criado especialmente para o filme e está avaliado em 1,1 milhão de dólares. A peça possui 1.308 diamantes e é a jóia mais cara já criada para um filme. Na montagem do set de filmagem foram utilizados 8.032 quilos de tablado de madeira e 535 quilos de pregos. A produção do filme ainda utilizou 5.125 metros de veludo vermelho.

13. O Senhor dos Anéis (2001)
“O Senhor dos Anéis” em números: 3 milhões de rolos de filme; 90 mil fotografias; 48 mil armas (espadas, lanças, machados e escudos); 20.602 figurantes; 15 mil trajes; 2.400 pessoas na equipe de produção; 1.600 próteses de pés de hobbits; 68 cenários em miniatura.

14. Kill Bill (2003)
O roteiro demorou um ano para ficar pronto. Para montá-lo, Quentin Tarantino assistiu todos os dias a pelo menos um filme de artes marciais. Foram utilizados 450 litros de sangue falso no longa, que levou 155 dias para ser rodado. Só a cena de luta na Casa das Folhas Azuis exigiu oito semanas.

15. Avatar (2009)

A língua Na’vi foi criada por Paul Frommer, professor de comunicação da Universidade da Carolina do Sul. Os requisitos eram: ser fácil de pronunciar, para não complicar a vida dos atores, e não lembrar nenhum idioma humano. Frommer inventou aproximadamente mil palavras. “Avatar” superou “Titanic” (1997) no posto de filme com maior bilheteria em todo o mundo. Foram arrecadados 1.843.700.000 dólares, contra 1.843.201.268 de “Titanic”. Ambos os filmes foram dirigidos por James Cameron.

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Eden Theatre: o cinema mais antigo do mundo

Eden Theatre: o cinema mais antigo do mundo

O cinema mais antigo do mundo celebrou na semana passada o 125º aniversário da primeira exibição de um filme. O Eden Theatre, em La Ciotat, na Riviera Francesa, exibiu oito curtas-metragens realizados em 1895 pelos irmãos Louis e Auguste Lumière, os inventores do...

Curiosidades sobre os Três Mosqueteiros

Curiosidades sobre os Três Mosqueteiros

Aramis, Porthus e Athos. D’Artagnan era um jovem fidalgo, aspirante a mosqueteiro. Para escrever seu livro, Alexandre Dumas se baseou em Memórias do senhor D’Artagnan, escrito por um tenente da I Companhia dos Mosqueteiros do Rei. Sim, existiu uma companhia de...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This