Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Fatos curiosos sobre a história do circo

29 de junho de 2020

A arte circense surgiu na China há 5 mil anos. Os chineses usavam a acrobacia, o contorcionismo e o equilibrismo para desenvolver a agilidade, a flexibilidade e a força de seus guerreiros. Em 108 a.C., o imperador da China resolveu promover uma série de apresentações acrobáticas para homenagear visitantes estrangeiros. A partir daí, ficou determinado que todos os anos seriam realizados espetáculos do gênero no Festival da Primeira Lua.

Já o circo nasceu na Roma antiga. Naquela época, consistia em uma área dividida em pista, arquibancada e cavalarias onde ocorriam corridas de cavalos, combate de gladiadores, brigas entre homens e animais e duelos entre bichos. Por isso o local recebeu o nome “circus”, que quer dizer “lugar em que competições acontecem”.

Em 40 a.C., foi construída em Roma uma arena chamada Coliseu para a apresentação de excentricidades, como animais exóticos e engolidores de fogo. Ele foi concluído em 90 d.C. e tinha capacidade para 100 mil espectadores. Porém, com a perseguição aos cristãos, o local passou a sediar espetáculos sangrentos, em que homens eram lançados vivos às feras. Isto diminuiu o interesse pela arte circense. Mas mesmo assim, grupos de artistas mambembes continuaram se exibindo em mercados e praças.

No século 18, um sargento da cavalaria britânica chamado Philip Astley começou a circular pelo interior da Inglaterra fazendo demonstrações com seu cavalo. Ele acabou se estabelecendo perto de Londres e montou uma arena coberta para suas exibições. Também acrescentou à performance cenas com palhaços, dando origem ao circo moderno.

No Egito, durante os grandes desfiles militares realizados pelos faraós, era costume exibir animais ferozes provenientes das terras conquistadas. Os homens que cuidavam deles são considerados os primeiros domadores da história.

Leia também: 10 curiosidades circenses

Um dos circos mais famosos da história foi o dos norte-americanos P.T. Barnum e James Bailey, criado em 1881. Sua principal atração era um elefante gigantesco chamado Jumbo. É por isso que o nome passou a designar qualquer coisa que tenha um tamanho exagerado.

Leia também: a língua do circo

O “Astley’s Amphitheatre” (“Anfiteatro de Ashley”), em Londres, é o circo moderno mais antigo do mundo.

Um dos circos mais famosos da história foi o dos norte-americanos P.T. Barnum e James Bailey, criado em 1841. Sua principal atração foi um elefante gigantesco chamado Jumbo. É por isso que o nome passou a designar qualquer coisa que tenha um tamanho exagerado. O Barnum & Bailey Circus se transformou depois no Ringling Bros..

Leia também: 10 pessoas com anomalias que viraram atrações de circo

O Cirque du Soleil (Circo do Sol, em português) é atualmente a maior companhia circense do mundo. A história começou com um grupo de teatro de rua chamado Les Échassiers, de Baie-Saint-Paul, no Canadá, fundado por Gilles Ste-Croix. Em 1967, voltando de uma turnê na Europa, o ator Guy Laliberté aprendeu a arte de cuspir fogo e se juntou à trupe. Comandou um albergue para artistas performáticos e também foi responsável pelo festival a Fête Foraine de Baie-Saint-Paul, com a presença de artistas de rua de várias partes do mundo. Em 1984, a cidade de Québec se preparava para a comemoração pelos 450 anos da descoberta do Canadá. Guy e Daniel Gauthier conseguiram apoio financeiro público para a apresentação de um espetáculo chamado “Le Grand Tour du Cirque du Soleil”. Em 2000, Guy Laliberté comprou a parte de Daniel na empresa, sediada em Quebéc.

 

 

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

A história de Monga, a mulher gorila

A história de Monga, a mulher gorila

A famosa atração circense foi inspirada em uma história real. Uma mexicana descendente de índios chamada Júlia Pastrana (1834-1960) sofria de hipertricose, doença que faz nascer pelos grossos e escuros por todo o corpo. Ela tinha ainda a mandíbula projetada para a...

Grandes tragédias da história do circo

Grandes tragédias da história do circo

Jumbo, o "maior elefante do mundo" e principal atração do americano Barnum & Bailey Circus, morreu atropelado por um trem no dia 15 de setembro de 1885. Ele e outro elefante menor, Tom Thumb (Pequeno Polegar), foram os últimos animais a se apresentarem na cidade...

Como é feito o truque de engolir espadas?

Como é feito o truque de engolir espadas?

Na verdade, não é um truque. Os engolidores não fazem nenhum número de ilusão de ótica, e realmente enfiam a espada garganta abaixo. A preparação física e psicológica para conseguir fazer isso pode durar anos. O engolidor deve estar preparado, por exemplo, para...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This