Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Grupos ciganos

24 de abril de 2019

 

Kalon
São esses os ciganos nômades. Essa prática faz com que sejam discriminados por outros grupos, que se referem aos kalons como “falsos ciganos”. Originaram-se no Antigo Egito e chegaram até Portugal e Espanha, onde sofreram perseguição por estarem em países conservadores e de costumes católicos. Foi o primeiro grupo a chegar no Brasil, em meados do século XVII para trabalhar na fabricação de ferraduras, armamentos e ferramentas de metal. Artesanalmente, faziam alambiques para fazer cachaça, utensílio que tornou-se marca do grupo.

Kalderash
É um dos grupos conhecidos como “ciganos sedentários”, que permanecem em uma mesma residência, sem aderir ao nomadismo. Os Kalderash recebem esse nome por serem por causa de sua ocupação predominante, caldeireiros. São originários da Romênia e da antiga Iugoslávia.

Matchuaya
Também surgiu na Romênia e na antiga Iugoslávia. Junto com os Kalderash, os Matchuaya vieram para o Brasil no fim do século XVIII.

Moldávios
São caracterizados por pele mais clara e olhos azuis. O clã tem origem russa, e a denominação vem de Moldávia, república da Europa Central, que chegou a fazer parte do Império Russo e da antiga URSS.

Horaranô
É o clã que se destaca na criação de cavalos. Com origem turca, os integrantes desse grupo chegaram ao Brasil no final do século XVIII.

Banjaras
São os ciganos da música, dança, teatro e acrobacias. Surgiram como andarilhos na Índia, e aproveitavam as viagens para servir como “correio” entre regiões diferentes, levando mercadorias. Não carregaram seus pertences valiosos, como jóias e ouro, e sim deixavam enterrados em algum lugar secreto.

Kalibilias, Nat e Bopas
Têm origem indiana. São os ciganos dançarinos, músicos, acrobatas de circo.

Korwas
A origem também é da Índia. Em seus acampamentos, era costume a fabricação de jóias e coroas para hinduístas, muçulmanos e cristãos. As peças eram vendidas nas portas dos templos, mesquitas e igrejas.

 

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This