Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

10 curiosidades sobre a Antártida

24 de abril de 2019

1. Tem o tamanho de um Brasil e meio (quase 2 Europas) e, mesmo assim, permanece desconhecida em pleno século XXI. No inverno, por causa do congelamento do mar, o continente muda de tamanho e fica uma vez e meia maior, quase do tamanho da África.

2. A primeira expedição a alcançar o centro do Polo Sul foi liderada pelo norueguês Roald Amundsen, que conquistou seu objetivo em 14 de dezembro de 1911. Na época, Noruega e Inglaterra disputavam uma corrida para ver quem chegaria primeiro. A equipe britânica, comandada por Robert Falcon Scott, chegou ao Platô Polar atrasada (18 de janeiro de 1912), e não sobreviveu à caminhada de volta.

3. Mais de dois terços da água doce do mundo estão na Antártida, em forma de gelo. Líquida, não há uma gota sequer. Se tudo isso derretesse, daria para abastecer todas as cidades do mundo por um milhão de anos.

4. É o lugar mais frio do planeta. Em 21 de julho de 1983, na base Vostok, a temperatura baixou a incríveis 89,6 graus negativos. Um recorde mundial. Tem o ponto mais inacessível do mundo. Fica entre montanhas, a 3.720 metros de altitude, nas coordenadas 82º06’ Sul e 54º58’ Leste, e é o lugar mais equidistante do mar de todo o continente antártico.

5. No verão, praticamente não há noites. Já no inverno, é o dia que não amanhece. Nas áreas próximas ao polo, o sol brilha por 6 meses consecutivos. Mas, em compensação, escurece em maio e só volta a clarear em outubro.

6. Por causa do vento, o tempo muda a todo instante. Em menos de uma hora, é comum abrir o sol, fechar, nublar, chover, ventar e nevar.

7. Apesar de ter muito gelo, é um dos lugares mais secos do planeta. No interior do continente, chovem apenas 140 milímetros por ano (menos que no Saara!).

8. A camada de gelo chega a ter 4.700 metros de espessura – ou 12 morros do Pão de Açúcar. A Antártida lança ao mar cerca de 4 bilhões de toneladas de gelo por ano, em forma de icebergs.

9. No meio do gelo há microbolhas de oxigênio que podem contar a história da humanidade. A 10 metros de profundidade, encontram-se vestígios da bomba atômica de Hiroshima. A 300, o mesmo ar que Jesus Cristo respirou. É o último reduto de ar 100% puro do globo. E como a poluição não existe, a visibilidade engana. Ali, o longe sempre parece mais perto.

10. É o único continente do planeta que não tem população nativa nem permanente. O primeiro cidadão da Antártida só nasceu em 1978. Hoje, cerca de 50 pessoas passam o inverno no Polo Sul.

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This