Grandes fabricantes de brinquedos que fecharam as portas | VEJA ...Entrei numa loja de brinquedos ontem com meu filho mais novo. Na verdade, ele entrou e eu corri atrás dele. O Antonio ficou passeando pelos corredores, identificando os brinquedos com os personagens que ele conhecia da TV.

A loja era bem grande e já estava abastecida para o Natal. Por um instante, fiquei lembrando da pouca oferta de brinquedos que havia no meu tempo de criança. Lembrei também de duas empresas que marcaram essa época e que não existem mais: a Atma e a Trol. Ao chegar em casa, resolvi matar a saudade das duas e encontrei alguns comerciais antigos no You Tube.

Além de brinquedos, a Atma fazia também utensílios domésticos de plástico, incluindo o lançamento no mercado do lava-arroz. A empresa fabricava até assentos plásticos para vasos sanitários. Seu slogan: “A Atma é ótima!”.

A Trol pertencia a Dílson Funaro, ministro da Economia no Governo Sarney. A empresa trouxe os primeiros bonecos de Playmobil para o Brasil. Fechou suas portas em 1990, pouco depois da morte de Funaro. Seu slogan: “Trol, bom motivo pra ser criança”.

Veja agora um comercial da Atma (eu tive um desses tobogãs!) e um comercial da Trol (não, eu não tive essa boneca…)