Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Curiosidades sobre 10 políticos brasileiros

24 de abril de 2019

1. Aécio Neves
Aécio não é o primeiro político da família. Ele é filho do ex-deputado Aécio Ferreira da Cunha e neto de Tancredo Neves, o primeiro presidente eleito no Brasil depois da Ditadura Militar. Foi eleito em 2006 em primeiro turno para o governo de Minas Gerais, com 77,03% dos votos. É a maior votação da história do estado, totalizando 7.482.809 votos.

2. Dilma Rousseff
É a filha do meio do búlgaro Pétar Russév — que, quando chegou ao Brasil, mudou seu nome para Pedro Rousseff. Dilma tem o mesmo nome de sua mãe, Dilma Jane Silva. No dia 31 de outubro de 2010, ela se tornou a primeira mulher a ser eleita presidente da República no Brasil. Dilma Rousseff recebeu cerca de 55 milhões de votos.

3. Enéas Ferreira Carneiro
Em 1989, Enéas fundou o Prona (Partido de Reedificação da Ordem Nacional) e se lançou como candidato a presidente da República. Em 2002, conseguiu a maior votação para um candidato a deputado federal da história do país. Foram 1.563.112 votos. Pelo sistema proporcional, a votação de Enéas permitiu que mais cinco candidatos do Prona fossem eleitos, mesmo nenhum deles tendo recebido mais de mil votos.

4. Getúlio Vargas
Getúlio tinha 1,60 metro e detestava sua altura — por isso, os fotógrafos oficiais eram obrigados a usar um truque para tentar mostrá-lo maior do que era. Durante o Estado Novo, Vargas determinou que as repartições públicas tivessem um retrato do Presidente da República na parede. Em 1945, Getúlio Vargas foi deposto e suas fotos foram retiradas. Reeleito em 1950, os retratos voltaram. Isso inspirou uma música de muito sucesso, feita em 1951. “Retrato do velho”, de Haroldo Lobo e Marino Pinto, foi interpretada por Francisco Alves. Getúlio detestou ser chamado de velho.

5. Juscelino Kubitschek
Ele tinha um café da manhã pouco convencional: filé bem passado, leite, café, mel, pão e manteiga. Seu prato preferido era Chico Angu (frango com quiabo e angu de fubá). Outra de suas manias era tirar os sapatos em qualquer reunião ou encontro em que estivesse sentado. Juscelino Kubitschek foi o único presidente de origem cigana no mundo. Sua Mãe, Júlia Kubitschek, era descendente de tchecos e tinha etnia cigana.

6. Fernando Henrique Cardoso
Em seu primeiro mandato, Fernando Henrique fez 44 viagens internacionais. A primeira, entre 28 de fevereiro e 4 de março de 1995, foi para Montevidéu (Uruguai) e Santiago (Chile). Na última, de 17 a 19 de outubro de 1998, ele viajou para Lisboa (Portugal). No total, o presidente passou 179 dias fora do país e percorreu 508.756 quilômetros. Na primeira posse de FHC, o governo gastou 3 milhões de reais na festança para mais de 4 mil pessoas. Cerca de 300 garçons serviram uísque escocês, vinho e refrigerantes. Para comer, havia peixe, camarão, peru e dezenas de outras iguarias dispostas num bufê com 50 metros de comprimento. Na festa da posse do segundo mandato, o jantar custou 60 mil reais. A lista, que originalmente previa 60 pessoas, foi estendida para 114 convidados. Só parentes, eram 20.

7. Luiz Inácio Lula da Silva
Lula foi o quinto presidente Silva a assumir o poder. Antes dele vieram Epitácio da Silva Pessoa, Arthur da Silva Bernardes, Jânio da Silva Quadros e Costa e Silva. Foi o terceiro presidente com barba da história da República – antes dele, houve Marechal Deodoro da Fonseca e Prudente de Moraes, e o primeiro a não ter formação militar ou universitária.

8. Marina Silva
Maria Osmarina Marina Silva Vaz de Lima nasceu no seringal de Bagaço, a 70 quilômetros de Rio Branco, capital do Acre. Filha de seringueiros, Marina vivia com seus 11 irmãos praticamente isolada do resto do País — o comboio que trazia mantimentos e levava borracha só passava a cada duas semanas. Foi alfabetizada somente aos 16, pelo programa Mobral, da Ditadura Militar.

9. Marta Suplicy
Marta Suplicy é psicanalista. Tornou-se conhecida ao apresentar, entre 1980 e 1986, um bem-sucedido quadro de conselhos sexuais no programa TV Mulher, da Rede Globo. Sua mãe era dona da Fracalanza, tradicional fabricante dos talheres de prata.

10. Soninha Francine
Em 2001, a jornalista e ex-VJ da MTV, onde começou a trabalhar em 1994, admitiu ter fumado maconha para a revista Época. A polêmica declaração causou sua demissão da TV Cultura, na qual era apresentadora de um programa direcionado para jovens chamado RG. Soninha também já contou ter feito um aborto.

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Arremesso de ovos na Dama de Ferro

Arremesso de ovos na Dama de Ferro

Um grupo de Facebook reuniu cerca de 15 mil interessados em participar de uma competição de arremessos de ovos na nova estátua da ex-primeira-ministra britânica Margareth Thatcher. Foi a forma que encontraram para protestar contra a estátua de bronze de 6 metros de...

Ausências em debates

Ausências em debates

  Em 1985, Jânio Quadros, não quis comparecer a um debate entre os candidatos à prefeitura de São Paulo. Mesmo assim, ele venceu a corrida eleitoral daquele ano. Em 1996, uma trapalhada de agenda estragou os debates entre os candidatos do segundo turno à...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This