Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

10 curiosidades sobre música clássica

24 de abril de 2019

1. Não há uma definição precisa para o que é chamado hoje de música “clássica” ou “erudita”. Na verdade, as composições enquadradas no gênero são uma invenção do mundo ocidental, cujos registros mais antigos remontam à Idade Média.

2. De acordo com estudiosos, uma das principais características da forma clássica é que ela se desenvolve procurando manter uma “conexão” do começo ao final. A música popular, em contrapartida, apresenta-se de modo mais livre.

3. Até o termo “música clássica” é considerado inadequado por muitos, já que diz respeito a um período histórico que cobre de 1750 a 1830. Porém, como não se encontrou uma expressão melhor, ele continua sendo utilizado.

4. Uma estimativa aponta que cerca de 1.500 compositores considerados clássicos têm suas obras executadas com frequência em todo o mundo. Elas englobam estilos variados. Entre os mais conhecidos estão os concertos, as missas, as canções, as sonatas, os oratórios, os estudos, as suítes, as tocadas e as sinfonias.

5. A palavra italiana spalla batiza o primeiro violinista de uma orquestra. Ele é a figura mais importante depois do maestro. Além de orientar a afinação do grupo, também serve como referência para os outros instrumentistas, caso haja dúvidas sobre as indicações do maestro.

6. Há uma espécie de etiqueta no mundo da música erudita. Só se aplaude uma apresentação depois que todas partes da composição (os chamados movimentos) são executadas. Bater palmas nos intervalos dos movimentos tira a concentração dos instrumentistas.

7. Homens que retiravam os testículos para manter a voz mais fina eram chamadas de castrados. Assim, eles conseguiam cantar notas na mesma região dos sopranos, que são as vozes com extensão mais aguda.

8. Wolfgang Amadeus Mozart escreveu a ópera Don Giovanni em um só dia. Ela foi executada pela primeira vez no dia seguinte, sem qualquer ensaio. Mozart teve 600 composições catalogadas.

9. Rossini compôs a maior parte de sua obra embriagado. A ópera “O barbeiro de Sevilha” teria sido escrita às pressas, em 13 dias, para o pagamento de uma dívida. Ela foi vaiada na estreia, no Teatro Argentina, em Roma, no ano de 1817.

10. Reza a lenda que depois de escrever sua 10a sinfonia, o compositor é amaldiçoado e morre antes de conseguir criar sua próxima obra. Para contornar a maldição, os alguns compositores pulam da 9a para a 11a sinfonia.

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Orquestra de escola dinamarquesa faz concerto para vacas

Orquestra de escola dinamarquesa faz concerto para vacas

Vestidos com se estivessem indo mesmo para um concerto num grande teatro, os músicos pegam seus instrumentos todas as semanas e, sentados em bancos de feno, tocam lindas músicas clássicas para um rebanho de vacas. Os recitais são organizados pela Escola Escandinava de...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This