Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

As primeiras obras brasileiras no Museu de Selfies (doadas por este blog)

23 de março de 2015

A diretora de arte Olivia Muus estava caminhando com uma amiga, Sophie Hotchkiss, pela Galeria Nacional da Dinamarca quando se deparou com um quadro em que a retratada fazia “cara de selfie”. A dinamarquesa não teve dúvidas: posicionou sua mão direita na mesma angulação que aquela mulher faria um autorretrato e fotografou a simulação. “Nós temos uma nova percepção da pessoa por ter um smartphone em seu rosto”, diz Olivia, de 29 anos. “As obras penduradas nos museus são selfies de 200 anos, onde o pintor é o smartphone”.

A primeira selfie feita por Olivia Muus

Criado em outubro do ano passado, o Museum of Selfies (apenas virtual) já possui 125 autorretratos enviados por internautas do mundo inteiro. A dinamarquesa não se diz contrária à selfie – até tira autorretratos esporádicos, mas pensa que as pessoas gastam muito tempo registrando momentos com câmeras em vez de aproveitá-los. “As selfies nas obras são humorísticas, desejo levar às pessoas um sorriso e a vontade de frequentar mais museus”, conta Olivia. Dos 125 autorretratos, veja só, nenhum foi enviado do Brasil. O Blog do Curioso, então, resolveu dar a sua contribuição e entrou na brincadeira. Numa visita à Pinacoteca do Estado, no bairro da Luz, em São Paulo, os repórteres Lucas Strabko e Amanda Andrade registraram algumas selfies, seguindo a ideia de Olivia. Confira o resultado do “Museu de Selfies” do Blog do Curioso:

Estudo para cabeça de caipira, 1893 – Almeida Junior

 

Retrato da Marquesa de Belas, 1816 – Nicolas Antoine Taunay

 

Emigrantes III, 1936 – Lasar Segall

 

Retrato de Rodolpho Bernadelli, 1878 – Francesco Santoro

 

No ateliê, 1918 – Arthur Timótheo da Costa

Como os museus tratam as selfies? “Fotos são um novo e ótimo jeito de interação com as obras”, elogia Paulo Vicelli, diretor de relacionamentos institucionais da Pinacoteca. “Além da divulgação, as selfies despertam vontade nas pessoas de virem ao museu e verem as obras de perto”.  A Pinacoteca de São Paulo experimentou esse fenômeno com a recente exposição do australiano Ron Mueck, que levou 402.119 visitantes em 94 dias. Com estes argumentos, a criadora da ideia, Olivia Muus, sonha um dia fazer também selfies com duas de suas obras preferidas: “Mona Lisa”, de Leonardo da Vinci, e “Moça com Brinco de Pérola”, de Johannes Vermeer. “Por enquanto, são sonhos impossíveis”, choraminga.

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Batalha entre museus: qual é a bunda mais bonita?

Batalha entre museus: qual é a bunda mais bonita?

Fechados temporariamente por causa da pandemia do Covid-19, os museus não têm medido esforços para criar maneiras de chamar a atenção e entreter seus seguidores. O Yorkshire Museum, em York, na Inglaterra, decidiu  criar uma série chamada "Batalha dos Curadores".  O...

Personagens engraçados que fizeram sucesso

Personagens engraçados que fizeram sucesso

Araken De 1983 a 1986, Araken, o Showman!, era o personagem da Rede Globo que anunciava os programas da emissora. Interpretado pelo publicitário José Antonio de Barros Freire, mais conhecido como Barrinhos, Araken representava o brasileiro que não perde o otimismo por...

2 Comentários

2 Comentários

  1. Felipe andre

    Nossa Isso me lembra um filme bem antigo

    Responder
  2. Cassiano

    “Retrato da Marquesa de Belas, 1816″…essa ficou perfeita! rsss

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This