Cruella e Wandinha Addams: apostas do streaming para 2021

22 de fevereiro de 2021

Prometido inicialmente para dezembro de 2020, o filme “Cruella” só agora ganhou seu primeiro trailer oficial. A live action da Disney trará a vilã de “101 Dálmatas” como protagonista. Há algum tempo, a Disney vem investindo em seus vilões. Cruella De Vil deve seguir os bens sucedidos passos de Malévola.

A história original – “The Hundred and One Dalmatians” – foi escrita pela inglesa Dorothy “Dodie” Smith (1896-1990) em 1956 e levada ao cinema pela primeira vez numa animação em 1961 (“A Guerra dos Dálmatas”). O que se pretende nessa nova trama é mostrar as origens da personagem, que já foi chamada no Brasil de Malvina Cruella e depois Cruella Cruel.  Ela é ambientada na Londres no anos 1970, centro da revolução do punk rock. Estella é uma aspirante a designer, determinada a construir uma reputação no mundo da moda. Uma de suas ideias é sequestrar filhotes de dálmatas para fazer casacos com sua pele.

Emma Stone fará o papel da vilã fashionista, em uma história que envolve um grande assalto, incêndios e fugas.  Nos filmes “101 Dalmátas”, de 1996, e “102 Dálmatas”, de 2000, o papel coube a Glenn Close. Desta vez Glenn Close estará nos bastidores, como produtora executiva.

“Cruella” tem estreia prevista para 28 de maio de 2021 e pode ser lançado no canal de streaming Disney +.

E essa não foi a única grande novidade para o público nerd.  Na quarta-feira passada, a Netflix confirmou que Tim Burton está desenvolvendo uma série sobre um dos personagens mais queridos de “A Família Addams”.

O foco será em Wandinha Addams adolescente, tentando dominar as próprias habilidades psíquicas, investigando um mistério sobrenatural, que envolve os pais dela, Mortícia e Gomez, e lidando com relacionamentos entre os colegas de classe na Academia Nevermore (Nunca Mais, em português).

Por que a Netflix fez questão de anunciar a série numa quarta-feira? O nome original da personagem é Wednesday Addams. Ou Quarta-Feira Addams. Nos desenhos da Família Addams, que apareceram pela primeira vez na revista “The New Yorker”, em 1938, os personagens não tinham nomes. Os nomes só foram criados para a série de televisão, em 1964. Charles Addams deu-lhe o nome de “quarta-feira”, baseado numa cantiga infantil que diz:  “A criança de quarta-feira está cheia de tristeza”. Wandinha é obcecada por morte. A ideia do nome foi dada pela atriz e poetisa Joan Blake, amiga de Charles Addams. Na série de TV, a personagem também ganhou um nome do meio: “Friday” (sexta-feira). Essa informação aparece no episódio 10 da primeira temporada.

Por enquanto, a Netflix divulgou apenas o cartaz da atração. Ele traz a silhueta da menina com um violoncelo. Em vez de segurar um arco, ela está uma faca, cortando uma corda do instrumento musical. Muitas atrizes já fizeram o papel da menina. A mais famosa de todas acabou sendo Christina Ricci, que fez a personagem nos dois longas (1991 e 1993).

Com oito episódios, o primeiro trabalho de Tim Burton para TV ainda não tem previsão de estreia.

(Por Beatriz Duarte)

Artigos Relacionados

Chefs formados em presídios

Chefs formados em presídios

Em 2009, o País de Gales iniciou um programa para capacitar presidiários nas funções de chef, garçons, cozinheiros e bartenders. Já são quatro restaurantes abertos em unidades prisionais. O projeto é chamado “The Clink Charity”. Um deles, veja só, o Brixton Clink,...

Cassino El Cortez, de Las Vegas, vende carpete histórico

Cassino El Cortez, de Las Vegas, vende carpete histórico

O El Cortez Hotel & Cassino, fundado em novembro de 1941, começou uma reforma no final do ano passado. Os quase 4 mil metros quadrados de carpete com design floral foram retirados e substituídos. O histórico carpete foi instalado ali em 2007 pela renomada empresa...

Fauja Singh: maratonista centenário vira filme em Bollywood

Fauja Singh: maratonista centenário vira filme em Bollywood

A história do indiano Fauja Singh, atualmente com 109 anos, vai virar filme em Bollywood – a indústria cinematográfica da Índia. Singh nasceu em Jalandhar em 1º de abril de 1911. Perdeu a mulher e o filho quando estava com 89 anos. Para curar o trauma, ele passou a se...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This