Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Os milk-shakes mais curiosos de São Paulo

23 de março de 2011

Milk-shake de Leite Ninho
A opção está no cardápio das lanchonetes da rede Zé do Hambúrguer (Rua Itapicuru, 419, Perdizes; 3868-4884; e mais um endereço na cidade) desde o ano passado. O proprietário José Rodolfo Silvério conta que a rede tem um fornecedor de sorvetes artesanais de vários sabores. O primeiro sabor diferente foi o de milho verde. “O sorvete de Leite Ninho é um dos meus favoritos e, por isso, achei que oferecê-lo como shake poderia dar certo”, diz. O sorvete é batido sem leite e sem cobertura. “Para realçar bem o sabor, o ideal é servir puro mesmo”, afirma Silvério. O copo de 700 ml custa R$ 17.
Milk-shake de cambuci
Em três anos, o número de pés de cambuci cresceu de seis para cerca de trezentos no bairro batizado em homenagem a essa fruta típica da Mata Atlântica. A ação faz parte de um projeto da Prefeitura que tem o objetivo de salvar o cambuci da extinção. Os bares e restaurantes do Cambuci entraram na onda e criaram receitas com a fruta. No restaurante Javali (Rua Luiz Gama, 847; Cambuci; 3271-8234), uma das invenções foi o milk shake. “O cambuci tem um sabor meio azedinho “, conta Francisco Garcia, um dos sócios da casa. “Para quem estranha, eu faço uma proposta: trago o copo na mesa e, se o cliente não gostar, não paga”, afirma ele. “Ninguém nunca devolveu”. A bebida vem com cobertura de morango, e o copo com 400 ml custa R$ 7.
Milk-shake de chiclete
A invenção é do barista Diego de Souza Lima, que trabalha no café Cafezal (Rua Álvares Penteado, 112; Sé; 3113-3676), que fica dentro do Centro Cultural Branco do Brasil. Em um fim de semana de trabalho, ele resolveu fazer algumas experiências misturando milk shake com xaropes usados na preparação de soda italiana. Até que percebeu que o xarope de kiwi misturado no sorvete deixa a bebida com sabor de chiclete. “Descobri por acaso, mas faz bastante sucesso”, garante. O copo com 250 ml sai por R$ 9,90.
Milk-shake de canela
Logo que abriu as portas, em 2008, a Chip’s Burguer (Rua Doutor César, 888; Santana; 2099-2803) incluiu a invenção no cardápio. “É uma boa opção tanto para o verão quanto para o inverno, porque o sorvete combina com o calor e a canela, com o frio”, diz o gerente Nilson Silva de Medeiros. A receita é simples: leite, sorvete de creme, canela em pó e cobertura de caramelo. “Quem não conhece fica com medo de pedir”, conta Nilson. “Mas, depois que experimenta, acaba gostando”. O copo de 350 ml custa R$ 12,90, e o de 700 ml, R$ 19.
Milk-shake de curau
A chef Sol Caldeira, do Tubaína Bar, é nascida em Piracicaba (SP), cidade famosa por suas plantações de milho. Não é à toa que o estabelecimento tem tantos produtos com pamonha: o alimento é servido frito ou como sobremesa, com sorvete de coco ou calda de goiabada. Outro item à base de milho é o milk-shake de curau, lançado há três meses no bar. “A procura tem aumentado, os clientes gostam porque  é um produto diferente que não pode ser encontrado em outro lugar”, diz a auxiliar administrativa Isadora Rodriguez. A receita tem leite, curau piracicabano, sorvete de coco e sementes de cardamomo, que são originárias da Índia e dão um toque refrescante à bebida. O copo de 300 ml custa R$ 10.
Shake sem milk
“O verão é quente demais para tomar leite”. É assim que Christian Germano, proprietário da lanchonete A Chapa (Alameda Santos, 24; Cerqueira César; 3289-0011, e mais 3 endereços na cidade) explica a invenção do shake que leva suco de laranja no lugar do leite. O cliente pode escolher o sabor do sorvete a ser batido com o suco. Segundo Christian, os mais pedidos são creme e abacaxi. A receita entrou no cardápio no verão de 2009. O shake vem acompanhado por cobertura de caramelo, e o copo de 300 ml sai por R$ 13. Apesar de ter o mesmo nome do drinque Hi-Fi, feito com vodca e suco de laranja, o shake não tem álcool.

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

3 Comentários

3 Comentários

  1. Douglas Nascimento

    Marcelo,
    Só pra você atualizar ai, o maravilhoso milk-shake de negresco não está mais sendo oferecido.
    Fui lá várias vezes tomar (é ótimo) mas ontem o garçon disse que não tem mais. Ele disse que talvez volte no próximo verão.

    Responder
  2. fabiane

    nada ver quero receita

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This