Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

KFC inaugura “restaurante do futuro” em Moscou

22 de junho de 2020
Há três anos, o McDonald’s do Brasil anunciou a inauguração de seu primeiro “restaurante do futuro”, em Pinheiros, São Paulo. O que se viu, no entanto, foi a instalação de totens para diminuir a fila dos caixas, que continuaram existindo.

Em Moscou, o KFC – rede de fast-food especializada em frango frito – mostrou como será o verdadeiro futuro dos restaurantes. Não há, por exemplo, contato entre funcionários e clientes. Quando o pedido está pronto, o funcionário o coloca numa esteira. Cabe a um braço robótico a tarefa de entregá-lo ao cliente, como mostra esse vídeo exibido pelo WFLA News.

 

Os clientes fazem o pedido em quiosques digitais e pagam com cartão de crédito ou com dados biométricos faciais registrados. O KFC anunciou que o projeto do restaurante do futuro já estava sendo executado antes do surto de coronavírus. Segundo dados oficiais, a capital russa tem 200.000 casos confirmados de coronavírus e contabiliza 3.600 mortes.

 

Quem estampa o logo da rede é seu próprio fundador, Harland Sanders. Ele abriu a primeira loja em 1930, em Kentucky, Estados Unidos, aos 40 anos. Em 1922, sua loja de barcos havia quebrado e ele se mudou para Kentucky. Em 1929, perdeu o emprego porque a empresa onde trabalhava faliu em função da Grande Depressão. Então, a Shell lhe ofereceu a possibilidade de tocar um posto de gasolina em troca de uma parte do lucro. Para aumentar a renda, ele abriu um pequeno restaurante junto do posto onde servia um frango frito especial. O lugar ficou tão popular que o governador do Estado deu a Sanders o título de Coronel Kentucky. Daí vem o nome Kentucky Fried Chicken (frango frito de Kentucky). Ele morreu em 1980, aos 90 anos. Em 1952, a KFC abriu sua primeira franquia. Hoje, são cerca de 20 mil espalhadas pelo mundo.

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This