Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

E o Sílvio Santos lálálálá… Quem inventou a música do “Show de Calouros”?

6 de março de 2015

“E o Sílvio Santos lálálálá-lálálálálá-lálálá…” A clássica repetição de “lás” virou marca registrada do “Show de Calouros”, dentro do programa Silvio Santos, no ar de 1973 a 1996. Jurados como Pedro de Lara, Aracy de Almeida, Décio Piccinini e o maestro José Fernandes tiveram seus nomes eternizados ao entrarem no palco, convocados por Sílvio, sob a sequência de “lás”. Mas a curiosidade é para quem acha que a melodia foi criada pela orquestra do programa. Há quase um século, surgia a pioneira música que colocaria na história os jurados do “Show de Calouros”.

Em 1920, dois russos – o compositor Boris Fomin e o poeta Konstantin Podrevskii – se juntaram para criar uma música. A canção foi nomeada “Dorogoi dlinnoyu”, traduzida como “Pela Longa Estrada”. A cantora georgiana Tamara Tsereteli, em 1925, foi a primeira que deu voz à sequência de “lás”. O tema russo ganhou destaque em 1953, quando apresentado no filme “Inocentes em Paris”, estrelado por Alastair Sim e Ronald Shiner.

Em 1960, o músico americano Gene Raskin traduziu a canção russa para o inglês. Em 1968, produzida por Paul McCartney, a canção “Those Were the Days”, tradução literal de “Aqueles Foram os Dias”, obteve sua gravação mais notória pela voz da cantora galesa Mary Hopkin. O sucesso estrondoso da música rendeu o primeiro lugar nos hits britânicos e a segunda colocação na Billboard. A música de Mary Hopkin também é lembrada por ter sido usada para abafar o som do Estádio Nacional da Guiné Equatorial, onde 150 supostos golpistas foram fuzilados a mando do presidente Francisco Macías Nguema.

Prev 1 of 1 Next
Prev 1 of 1 Next

Entre as mais de 70 gravações em diferentes línguas da música russa, houve apenas uma no Brasil, cantada pela brasileira Joelma – não a do Calypso. Em 1969, Joelma lançou a música “Aqueles Tempos”.

(com pauta de Antonio Mier)

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Fatia de bolo Real guardado por 40 anos

Fatia de bolo Real guardado por 40 anos

O britânico Gerry Layton pagou 1.850 libras (US $ 2.565) pela cobertura de uma fatia de bolo servida no casamento do príncipe Charles e da princesa Diana em 1981. O colecionador estava interessado pela arte do bolo, um desenho...

O menino dos Cigarrinhos Pan

O menino dos Cigarrinhos Pan

O ator Paulinho Pompéia, garoto-propaganda dos Cigarrinhos de Chocolate Pan (em 1996, a empresa mudou o nome para Rolinhos de Chocolate, para que eles não servissem de estímulo ao tabagismo), morreu em 30 de junho de 2021, aos 72 anos.   A edição de abril de 2003...

Uma barra de chocolate com 121 anos

Uma barra de chocolate com 121 anos

Uma barra de chocolate histórica foi encontrada intacta, com embalagem e tudo, 121 anos depois de produzida. A Rainha Vitória encomendou 100 mil barras de chocolate para presentear os soldados ingleses que estavam lutando na segunda Guerra do Bôeres, entre 1899 e...

10 Comentários

10 Comentários

  1. José

    Ótimo post. Bem informativo, vários dados interessantes e material para visualização. Esta de parabéns, não conhecia o blog e agora já esta nos meus favoritos =]

    Responder
  2. José

    Ótimo post. Bem informativo, vários dados interessantes e material para visualização. Esta de parabéns, não conhecia o blog e agora já esta nos meus favoritos =]

    Responder
  3. Córa.

    Gostei muito dessa informação, me fez relembrar os tempos de juventude.

    Responder
  4. Córa.

    Gostei muito dessa informação, me fez relembrar os tempos de juventude.

    Responder
  5. Roman Barak

    Silvio Santos (Senor Abravanel) também usava uma versão em português da canção tradicional judaica “Hevenu Shalom Aleichem” em seus programas: “Que seja mais esse dia. Todo de amor e alegria. Que seja mais esse dia…”

    Responder
  6. Roman Barak

    Silvio Santos (Senor Abravanel) também usava uma versão em português da canção tradicional judaica “Hevenu Shalom Aleichem” em seus programas: “Que seja mais esse dia. Todo de amor e alegria. Que seja mais esse dia…”

    Responder
  7. Julio

    Eu era fã dessa música quando era adolescente. Creio que era a versão cantada por Joelma. Vi agora há pouco esta versão cantada pelo coral do Exécito Russo.
    Obrigado por trazer boas lembranças.
    https://www.youtube.com/watch?v=2y4pdH12xDM

    Responder
  8. Julio

    Eu era fã dessa música quando era adolescente. Creio que era a versão cantada por Joelma. Vi agora há pouco esta versão cantada pelo coral do Exécito Russo.
    Obrigado por trazer boas lembranças.
    https://www.youtube.com/watch?v=2y4pdH12xDM

    Responder
  9. Delair Fardin

    Que ótimo que temos pessoas tais qual o jornalista Marcelo Duarte que nos permitem conhecer com detalhes fatos como esta música usada por SS no seu Show de Calouros, que eu tinha certeza que não havia sido criada para o programa, mas que tentava sem êxito me lembrar de quem a cantava aqui no Brasil e que agora fiquei sabendo tratar-se de uma versão gravada por Joelma, dentre tantas existentes mundo afora. Parabéns, Marcelo!

    Responder
  10. Delair Fardin

    Que ótimo que temos pessoas tais qual o jornalista Marcelo Duarte que nos permitem conhecer com detalhes fatos como esta música usada por SS no seu Show de Calouros, que eu tinha certeza que não havia sido criada para o programa, mas que tentava sem êxito me lembrar de quem a cantava aqui no Brasil e que agora fiquei sabendo tratar-se de uma versão gravada por Joelma, dentre tantas existentes mundo afora. Parabéns, Marcelo!

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This